Crônica: Feliz Acaso

Imagem: We Heart It Mas o que ela queria era sair daquela zona de ilusão. Deixar de ser aspirante ao amor e vivê-lo de verdade. Porém...

Imagem: We Heart It

Mas o que ela queria era sair daquela zona de ilusão. Deixar de ser aspirante ao amor e vivê-lo de verdade. Porém tudo parecia sempre se repetir com um humor negro. O encanto, a esperança e por fim a desilusão. Os casais a passear na praça pareciam zombar dela (não que estivessem, estavam ocupados demais se amando). Era ela quem vivia a suspirar, aqui e acolá, com aquela ânsia de encontrar alguém.
E foi ali naquela praça, em meio a mais um devaneio que sem pretensão alguma se esbarraram. Bem, ela literalmente o jogou no chão. Acanhada que só ela reuniu coragem para ajudar o coitado que cruzou seu caminho naquele dia.

- Me desculpa.  Eu não tive a intenção.

- Relaxa! - Disse- Juntando seus livros e perguntando:

- Você vem sempre aqui?

- Ultimamente tenho tentado evitar e você?

- Bem, a praça não é mais a mesma, há muitos casais aqui, o que sempre me lembra que sou solitário. Então tento vir o menos possível.

Rapidamente um pensamento lhe cruzou a mente. Ela sorriu, será que só para variar poderia...

- No entanto acho que encontrei um motivo para vir mais vezes. -Ele disse- interrompendo seus devaneios. 

O sorriso dela se alargou, e mais uma vez o encanto e a esperança estavam lá. E ela se viu desejando que daquela vez fosse diferente, que dali daquele encontro ao acaso viesse risos e não lágrimas. O moço de xadrez e óculos lhe sorria e o sorriso dele parecia ser uma zona de conforto...enfim de um possível futuro amor.


Postado por:

You Might Also Like

0 Comentários